quarta-feira, 1 de junho de 2011

O Método Martenot

Maurice Martenot nasceu em Paris no ano de 1898. No Brasil, este educador musical é pouco citado pelos autores que abordam os Métodos Ativos, mesmo que suas ideias sejam parecidas com a de outros pedagogos musicais como Jaques-Dalcroze e Willems. Porém, fora do país, este criador de várias obras pedagógicas é mencionado amplamente. Além de participar de Congressos de Educação Musical, levantando a bandeira dos ditos “Métodos Ativos”, participou do primeiro congresso internacional da ISME que foi realizado em Bruxelas, apresentando seu método. Seu interesse voltava-se por melhorar a prática de solfejo, assemelhando-se neste aspecto a Jaques-Dalcroze.

O método Martenot tem suas bases na observação da conduta musical infantil. Ele leva em conta o tempo pessoal de cada criança, propondo fórmulas rítmicas curtas e rápidas. Através de seu método, procura-se incentivar o espírito de iniciativa e a educação dos reflexos da criança.

Martenot propõe uma sequencia gradual que conduz à aprendizagem da leitura e escrita musical, acompanhada por um ambiente educacional lúdico, motivador e agradável, aonde se pode ampliar a vivência afetiva musical. Para isso, o educador musical elaborou uma série de expedientes atrativos, através de jogos musicais, partindo de atividades práticas às teóricas. É Martenot que traz em primeira mão o uso da escrita analógica musical, antes da introdução da escrita formal.

Perguntas e respostas entre o professor e as crianças norteiam ações e, através destes jogos, os aprendizes têm a oportunidade de criar formas rítmicas curtas, que são consideradas como a gênese da construção rítmica infantil.

Instrumento inventado por Maurice Martenot: Ondas Martenot

Nenhum comentário:

Postar um comentário